Buscar
  • BBbis

O Coronavírus, visto pelo BUDISMO


' Discípulo: Mestre, custa-me tanto compreender que DEUS nos tenha mandado um vírus tão agressivo... Qual é o propósito?

Mestre: DEUS não mandou nenhum vírus, permite que ele exista, o que é diferente. A pandemia foi gerada ou criada pelo homem através da violação constante das leis universais.

Discípulo: Mas algo tão ruim vai gerar muita destruição!

Mestre: O coronavírus não é mau. Também não é bom. É necessário, o que é diferente. Não existe nada de errado para o universo. Se o coronavírus está presente é porque foi permitido como tantos outros que causam doenças aos seres humanos, ou não poderia existir. A ideia do bem e do mal é gerada pela tua mente.

Não há nada exclusivamente mau nem nada exclusivamente bom, uma coisa leva à outra e vice-versa. Yin produz Yang, Yang produz Yin...

Discípulo: Mas são tantas as pessoas que estão contagiadas e a morrer no mundo. Tantos idosos, homens e mulheres.

É muito injusto.

Mestre: O injusto não existe dentro do amor universal. Isso existe apenas na mente humana que não compreende o propósito que há no fundo.

O que existe é o justo, o preciso, o exacto, o correspondente.

Existe um processo evolutivo necessário que consiste numa tomada constante de informação.

Um ir aprendendo através das dificuldades que a vida apresenta, para que no meio delas e do sofrimento gerado, se descubra o princípio do Amor.

Este princípio é aquele que irá libertar das limitações e criar maior harmonia nos corações. Há que entender que a ninguém acontece uma experiência que não lhe corresponda.

O Coronavírus surgiu e propaga-se pelo mundo inteiro por alguma razão, sendo facto que está a elevar o nível de consciência em todo o planeta pela necessidade de ajuda mútua entre todos, desenvolvendo capacidades de aceitação, paciência, tolerância e respeito uns pelos outros.

Pode ser um teste difícil, mas mau não é. Muitos estão a crescer graças a ele.

Se parares de ver o coronavírus a partir dos teus medos e começares a vê-lo a partir da tua compreensão, poderás reconhecer o valor que existe nele. A decisão é tua.

Tu optaste pelo medo ou pelo amor?

Se tu te decidiste pelo medo, perderás a tua energia vital e isso vai afectar a tua saúde.

Se tu decidiste pelo amor, passarás a prova que a vida te está a apresentar.

Dá a opção ao amor. O caminho é sempre o amor.

Discípulo: E o que é dar a opção ao amor?

Mestre: Torna-te um ser imperturbável, confiante, invulnerável, porém sensível. Mantém a tua paz interior e vê a crise da Pandemia como uma oportunidade da Sociedade evoluir e de se tornar melhor. Desenvolve a tua compreensão e não te perturbes perante o medo.

Vigia o teu pensamento para que só vibre na frequência do amor.

Não compartilhes os teus medos.

Que a tua palavra desenvolva a harmonia e confiança nos outros.

Torna-te amigo do coronavírus não o vendo como algo "mau", mas como algo que pode ajudar a compreender o quão valiosa é a vida que todos querem viver, mas respeitando sempre as suas regras para que não surja um mal maior que a todos fará sofrer.’ _ autor desconhecido (via rute alegria)

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
©Copyright